ACS-PE pede implementação de Hospital de Campanha para atendimento aos Militares

A Associação também pediu para que os convênios do SISMEPE, que compõem a rede conveniada de atendimento, nos Militares que residem nos interiores do Estado, sejam reativados.

Publicado em 15 de maio de 2020

Presidente da ACS/PE Albérisson Carlos/ Foto: Luiz Fernandes

Presidente da ACS/PE Albérisson Carlos/ Foto: Luiz Fernandes

A Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), através do presidente Albérisson Carlos, enviou um ofício nesta sexta-feira (15), direcionado ao Secretário de Defesa Social do Estado de Pernambuco, Antônio de Pádua Vieira Cavalcanti, solicitando a implementação de um Hospital de Campanha para atendimento dos Militares.

Umas das considerações relatadas no ofício, ficou destacada que “o sentimento pessoal dos Militares Estaduais, é de estarem abandonados a própria sorte, pois tem chegado a essa Entidade, diversas denúncias anônimas acerca das condições precárias de atendimento no Centro Médico da PMPE- CMH, aos pacientes suspeitos de estarem infectados com o vírus Covid-19, inclusive com vários óbitos confirmados, em decorrência do novo coronavírus”.

Outra pedido feito foi em relação aos Militares residentes nos interiores do Estado, estão sofrendo com a falta de atendimento do SISMEPE, com suspensão dos convênios de saúde, os quais fazem parte da rede conveniada.

O texto também fala da “obrigação da Administração Pública em providenciar a construção de um Hospital de Campanha, o que possibilitará o aumento dos leitos de UTI’s.

Veja os ofícios que foram encaminhados:

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Notícias Relacionadas

Desenvolvido por Alexsander Arcelino