Em entrevista, Presidente da ACS-PE relembra conquistas e dificuldades no comando da entidade

Albérisson Carlos também deu detalhes sobre o programa habitacional anunciado pela Caixa Econômica Federal para profissionais de segurança pública.

Publicado em - 23 de setembro de 2021

Em entrevista, Presidente da ACS-PE relembra conquistas e dificuldades no comando da entidade

Em entrevista, Presidente da ACS-PE relembra conquistas e dificuldades no comando da entidade. Foto: Divulgação

O presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco (ACS-PE), Albérisson Carlos, foi o convidado do programa Repórter Camará, na Rádio Camará FM de Camaragibe. Ele falou sobre Plano Habitacional e dificuldades enfrentadas pro comandar entidade representativa de Militares.

Camaragibe faz parte da Região Metropolitana do Recife. O município tem cerca de 160 mil habitantes. Foram essas pessoas que ouviram a entrevista do Presidente da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados, Albérisson Carlos, nesta quinta-feira (23). A entrevista foi mediada pelo apresentador Jonas, na Rádio Camará FM, que tem tradição em coberturas de interesse social. Na ocasião, o Presidente da ACS-PE relembrou e reafirmou o compromisso com a categoria.

“O principal papel de quem comanda uma associação é articular, organizar, conversar e mostrar as dificuldades. Em 2016 e 2017 houve uma crise na segurança pública do Estado, onde eu recebi três exonerações pela mesma situação. Mas depois a categoria demonstrou a confiança no nosso trabalho, me dando quase 50 mil votos para Deputado Federal. Só aqui em Camaragibe foram 1777”.

Albérisson também deu detalhes sobre o programa habitacional anunciado pela Caixa Econômica Federal para profissionais de segurança pública. O Presidente da ACS-PE relembrou que elaborou programa semelhante para os Militares de Pernambuco, antes de se reunir com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, em Goiás para reforçar a necessidade de garantir moradia para quem trabalha com segurança pública em todo Brasil.

“O programa que eu elaborei era bem semelhante em todos os sentidos. Até o nome era CASA SEGURA. O programa nacional se chama HABITE SEGURO. Eu estive, juntamente com a Associação Nacional de Entidades Representativas Militares, com o Presidente da República. Entregamos uma série de demandas e esse projeto já foi colocada em prática, através de uma Medida Provisória”.

A novidade ficou por conta da notícia anunciada hoje. Policiais Militares de Pernambuco devem passar a usar câmeras de segurança acopladas ao colete. O primeiro batalhão a receber o projeto vai ser o 17o, com sede no município de Paulista. A novidade deve ser implantada a partir de dezembro.

“O equipamento precisa ser usado para a segurança do Policial, e não para intimidá-lo”, finalizou Albérisson.

Notícias Relacionadas

Abrir Chat
Olá 👋 Podemos te ajudar?
Olá 👋
Podemos te ajudar?