Albérisson Carlos diz que escolha de Pernambuco como sede da Escola de Sargentos do Exército mostra potencial do Estado no setor de segurança

Publicado em - 22 de outubro de 2021

Albérisson Carlos diz que escolha de Pernambuco como sede da Escola de Sargentos do Exército mostra potencial do Estado no setor de segurança

O anúncio da escolha de Pernambuco como a nova sede da Escola de Formação e Graduação de Sargentos, foi comemorada pelo Presidente da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados, Albérisson Carlos, que ressaltou a importância do centro de formação para a economia do Estado e de sacramentar seu potencial no setor de segurança.

A decisão foi comunicada oficialmente na noite da quinta-feira, 21 de outubro,  pelo comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira.

“Ficamos felizes com o anúncio da chegada da Escola de Formação e Graduação de Sargentos para o Estado de Pernambuco. Sabemos que isso vai gerar empregos diretos na construção da estrutura e no futuro vai trazer para Pernambuco a possibilidade dos militares, que fizerem o concurso e participarem como formando da Escola, poderem morar no Estado e movimentar a economia em todos os sentidos”, disse Albérisson Carlos, que fez questão também de destacar o trabalho desempenhado pelo ex-comandante do Comando Militar do Nordeste e o seu sucessor: “tivemos aqui um comandante que desempenhou um importante trabalho no Estado, o general Marco Antônio Freire Gomes, e que agora tá bem representado pelo general de Exército Richard Fernandez Nunez. Ambos merecem essa conquista e nosso parabéns”.

O presidente da ACS/PE destacou ainda que com a escolha, Pernambuco demostra seu potencial e capacidade de receber grandes investimentos e instalações similares a nova Escola do Exército.

“Vai movimentar do ponto de vista imobiliário, de infraestrutura e da oportunidade de emprego, bem como da oportunidade de Pernambuco mostrar para o país que é capaz de comportar um centro de formação de excelência do Exército Brasileiro, que vai formar jovens que sonham com isso”, afirmou Albérisson Carlos.

O juiz Luiz Rocha também comemorou a conquista e ressaltou os investimentos que serão feitos em Pernambuco na instalação da escola do Exército.

“Estimasse que serão aportados aqui em Pernambuco pelo Exército mais de um bilhão de reis, serão 1.200 sargentos formados por ano. Uma conquista de Pernambuco, cujos critérios foram eminentemente técnicos. Isso é um incremento expressivo para a economia da região metropolitana, expressivo para Pernambuco”, disse o Juiz Luiz Rocha.

O Estado de Pernambuco estava concorrendo com os o Rio Grande do Sul e Paraná, que apresentaram projetos para as cidades de Santa Maria e Ponta Grossa, respectivamente.

O Exército Brasileiro apresentou um vídeo detalhando a estrutura da Escola de Sargentos das Armas que será implantada em Abreu e Lima, na Região Metropolitana. O efetivo militar da escola, incluindo familiares, é de 10 mil pessoas.

A proposta é que a Escola de Formação de Sargentos de Carreira do Exército seja localizada ao sul do terreno do Campo de Instrução Marechal Nilton Cavalcanti (CIMNC), escolhido pela proximidade com a Região Metropolitana do Recife.

A área será ocupada por 1.235.000 m² do terreno haverá: a escola, o parque de tiros, a vila olímpica e a vila militar com a possibilidade de três acessos externos, além da interligação entre esses complexos.  A escola também vai criar um novo polo de desenvolvimento em uma região limítrofe entre os municípios do Recife, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Abreu e Lima e Araçoiaba.

Notícias Relacionadas

Abrir Chat
Olá 👋 Podemos te ajudar?
Olá 👋
Podemos te ajudar?