Presidente da ACS-PE comemora início do programa habitacional para Profissionais de Segurança Pública

Albérisson Carlos teve participação ativa na elaboração e inclusão de demais categorias no projeto.

Publicado em - 3 de novembro de 2021

Presidente da ACS-PE comemora início do programa habitacional para Profissionais de Segurança Pública

Tudo começou com um projeto habitacional elaborado para atender as demandas dos Policiais e Bombeiros Militares de Pernambuco. Mas a ideia agradou a todos pelo Brasil afora e virou o Programa Nacional Habite Seguro. O último “empurrão” que o projeto teve para sair do papel foi no mês de maio, em Anápolis – GO. Durante a convenção de Entidades Militares, o Presidente Jair Bolsonaro ouviu o clamor pela necessidade urgente dos profissionais da segurança pública terem prerrogativas para o acesso à casa própria.

O Presidente da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados (ACS-PE) participou do encontro e fez questão de demonstrar que o projeto era de fundamental importância para os Policiais Civis, Militares, Federais, Rodoviários Federais, Bombeiros, Peritos e Guardas Municipais.

“Foi uma bandeira que levantei ao lado da Associação Nacional das Entidades Representativas dos Policiais Militares e Bombeiros Militares (ANERMB). Sabemos que um profissional que trabalha em busca de paz social precisa estar seguro de si e de sua vida familiar, e isso começa pela moradia. São muitos os Policiais Militares que vivem em situação de vulnerabilidade, morando em localidades dominadas por traficantes e organizações criminosas. Ninguém presta um bom serviço à sociedade vivendo dessa forma”, declarou Albérisson Carlos.

Nesta quarta-feira, dia 03 de novembro de 2021, entrou no ar o site do programa. Nele existe todo o passo a passo que deve ser seguido pelos profissionais contemplados pelo Habite Seguro, que beneficia policiais militares, civis, penais, federais e rodoviários federais; bombeiros militares; peritos e papiloscopistas; ativos, inativos da reserva remunerada, reformados e aposentados, bem como os guardas municipais. Os subsídios do programa são para agentes de segurança com renda bruta mensal de até R$ 7 mil e que ainda não possuam imóvel próprio. Será possível financiar até 100% do valor do imóvel, contando com subsídios de até R$ 13 mil, provenientes do Fundo Nacional de Segurança Pública, de acordo com a faixa de renda do profissional.

Aqueles que recebem acima de R$ 7 mil mensais ou que queiram financiar um valor superior a R$ 300 mil também serão atendidos pela Caixa, com taxas de juros e benefícios diferenciados. Os profissionais da segurança pública também contarão com os diferenciais disponíveis aos clientes na aquisição de Imóveis da Caixa. São casas e apartamentos de propriedade do banco, disponíveis para compra com descontos, um outro projeto que surgiu na mesa do Presidente da ACS-PE, Albérisson Carlos.

“São imóveis adjudicados, que podem ser comprados com valor bem abaixo do oferecido no mercado. Sempre lutei para o profissional de segurança pública tivesse acesso a esses imóveis, pois é mais uma forma de oferecer moradia digna a quem tanto merece”, concluiu Albérisson.

Notícias Relacionadas

Abrir Chat
Olá 👋 Podemos te ajudar?
Olá 👋
Podemos te ajudar?